Empresa

Durante uma viagem à Europa, o diretor-presidente da Artesano Móveis Ltda, Vanildo Lazzarotto, ao degustar o magnífico azeite de oliva produzido na região, sentiu-se inspirado com a possibilidade de produzí-lo no Brasil.

Diversas pesquisas que levaram em consideração fatores como clima, a localização geográfica, o solo, a capacidade produtiva e a presença de ventos abundantes apontaram a cidade de de Candiota, no Rio Gande do Sul, como um local favorável para o plantio das oliveiras.

O nome Oliveiras do Seival foi escolhido em homenagem à Batalha do Seival, um conflito militar que insuflou a proclamação da República Rio-Grandense.

Um monumento em memória à batalha, localizado na propriedade agrícola que produz o azeite de oliva, acabou inspirando a designação do produto.

A batalha do Seival foi um conflito que teve relativa importância no movimento que buscava a independência do Rio Grande do Sul, e inspirou o espírito separatista que buscava transformar o estado em um país autônomo, a República Rio-Grandense.

Tendo ocorrido a 10 de setembro de 1836, foi uma batalha de rebeldes gaúchos, liderados por Antônio de Sousa Neto, contra um destacamento militar do governo imperial, liderado pelo comandante Silva Tavares.

Apesar da inferioridade numérica, os 430 revoltosos gaúchos combateram e venceram os 565 indivíduos que compunham o exército imperial.

Plantação

O plantio, que começou em 2009, deu início a edificação de uma indústria, que posteriormente contou com a presença de técnicos europeus para a instalação de maquinário de ponta, com o objetivo de viabilizar a tecnologia de extração a frio. Em 2016, a primeira extração das Oliveiras do Seival produziu uma safra de 45.000 quilos, que rendeu 4.700 litros do mais puro azeite de oliva.

Sabor

Arbequina

Esta azeitona é rica em óleo (20-22%) e tem caráter distinto, com boas qualidades organolépticas. 

O azeite é muito equilibrado, aromático e frutado, com sabor amanteigado, doce, com notas de ervas, nozes, amêndoa verde, maça e alcachofra. Tem um final ligeiramente picante.

Arbosana

O azeite é médio frutado, com um toque distinto de tomates maduros e características de chá de camomilas ou de ervas. Um óleo picante e levemente amargo.

Koroneiki

O azeite é muito agradável, rico em ácido oleico e muito estável. É um óleo com uma personalidade forte, ligeiramente amanteigado, intensamente aromático e frutado, com notas de tomate verde e maça, apresentando notas amargas e picância.

Qualidade

O consumidor brasileiro, com o seu paladar adaptado ao azeite industrializado, que leva meses para chegar até sua mesa, em sua maioria desconhece o sabor de um autêntico azeite.

Ao contrário do vinho, o azeite deve ser consumido o quanto antes. Fresco, retém aroma e fragâncias agradáveis ao paladar, que preservam as características da fruta, conservando antioxidantes e vitaminas com valores nutricionais benéficos para a saúde e longevidade.

Permite ao consumidor, através de uma percepção sensorial única, conhecer o sabor de um genuíno azeite de oliva. O azeite Oliveiras do Seival conta com características próprias, com índices de acidez inferiores a 0,2%, que o colocam entre os melhores de mundo. Autêntico ouro líquido brasileiro, o azeite Oliveiras do Seival é o grande diferencial na mesa do consumidor.